FOTOGRAFIA EDITORIAL : PESQUISAS

Padrão

Características da Fotografia Editorial: A fotografia editorial está presente em diversas publicações, revistas e outros meios. Trata-se de uma fotografia para representar um assunto, como por exemplo: Economia, moda, notícias, esporte s etc. Diferente da fotografia publicitária, a fotografia editorial não está ligada a venda de um produto ou serviço, apenas representar ou ilustrar algo.

O Fotógrafo tem mais liberdade para criar em todos os sentidos, não é obrigado a seguir exatamente o briefing. Sendo assim, a presença do nome do autor da foto é importante no mercado editorial, diferente da fotografia publicitária que existem diversos profissionais envolvidos e muitas vezes mais de um fotógrafo. Um grande exemplo de um fotógrafo editorial é David Lachapelle, com um estilo único de composições completamente diferentes e cores chamativas, mais uma diferença da fotografia publicitária, onde a criação é bem mais engessada.

Briefing: O Briefing nada mais é do que a base do processo de um planejamento, é um conjunto de informações ou instruções sobre uma tarefa ou um objetivo a ser executado. É utilizado na área administrativa, da comunicação e como etapa fundamental de um processo publicitário, no planejamento de uma propaganda. Não existe um modelo de briefing pronto, cada empresa vai criar o seu, porém existem alguns itens que são essenciais para um bom briefing como por exemplo: Objetivos, público alvo, prazos e custos e outros.
High Key: High key é o nome de estilo dado para fotos formadas principalmente por tons claros, quem gosta do estilo defende dizendo que ela trás uma sensação mais alegre e viva nas fotos. Esse estilo é feito normalmente na hora de fazer a foto, e não na edição, pois depende de iluminação e produção. Uma foto High key tem muitos tons claros e quase nada de sombras. Não podemos confundir esse efeito com o erro de exposição, em que uma foto fica clara demais sem essa intenção! A foto HK é clara porque a iluminação é bem distribuída, não existem muitas sombras e os elementos da foto também são de tons claros. A iluminação é bem uniforme!

Algumas sugestões para conseguir fotos neste estilo:

  • Utilizar fundo claro, de preferência branco
  • Evitar sombras, principalmente sombras muito duras
  • Alguns detalhes podem dar contraste em tons mais escuros (como os cabelos na foto acima)
  • Usar luz natural ou flash para preencher a luz em todo o assunto fotografado
  • Cuidado para não estourar e perder os detalhes da imagem!

Low Key: Ao contrário da high key, que é uma imagem com muitos tons claros, a low key é uma imagem composta principalmente de sombras. Nela poucos detalhes são claros, somente para sugerir o assunto fotografado.

Fotos low key trazem uma sensação de mistério, melancolia ou drama.

Uma foto “clipada” é aquela que resultou de uma exposição inadequada à luz: pouca luz entrou na câmera e a foto ficou escura. Isso não é low key, é erro de exposição mesmo.

Algumas sugestões para conseguir fotos neste estilo:

  • Utilizar fundo escuro ou com pouca luz
  • Usar uma luz bem contrastada
  • Ao usar flash concentrá-lo em poucas partes do assunto
  • Ao usar luz natural colocar o assunto aonde tem mais luz e deixar o resto na sombra

FONTES:
http://ediesm.blogspot.com.br/2014/08/caracteristicas-da-fotografia-editorial.html

http://www.dicasdefotografia.com.br/o-que-e-fotografia-high-key-e-low-key/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s